YAQUI DELGADO QUER QUEBRAR A SUA CARA – RESENHA

Processed with VSCO with a5 presetCerto dia no começo desse ano, enquanto fuçava os sites de livrarias me deparei com Yaqui Delgado quer quebrar a sua cara e não descansei enquanto não comprei. O livro lançado em 2013 com autoria de Meg Medina aborda um dos temas mais falados e vividos atualmente, o bullying. Processed with VSCO with a5 presetUma forma opressora de violência física, psicológica, muitas vezes intencional e praticada repetidas vezes. Seja por diferença étnica, por diferenças físicas ou apenas pelas opções do próximo. É algo que afeta jovens no mundo inteiro e precisa ser falado para que as pessoas possam se conscientizar.

Processed with VSCO with a5 presetProcessed with VSCO with a5 preset

Yaqui Delgado quer quebrar a sua cara conta a história de Piddy Sanchez uma garota americana, filha de uma imigrante cubana, que vê sua vida ganhar um novo rumo quando a mãe decide mudar de bairro por estar cansada do desleixo que é o prédio onde mora. Piddy com suas características físicas acentuadas, acaba chamando a atenção dos garotos latinos de sua nova escola. O que não agrada nenhum pouco Yaqui Delgado, líder do grupo dos latinos na Daniel Jones High School ~ Uma coisa que não ficou muito claro pra mim foi em questão ao tom de pele da Piddy, tem um momento que a autora da a entender que é claro, e que isso foi mais um motivo para ela não ser bem recebida pela comunidade latina de sua nova escola~.

Processed with VSCO with a5 preset6.jpeg

Durante o período de adaptação a vida “nova”, Piddy acaba sofrendo uma série de ataques físicos e psicológicos de Delgado (personagem essa que não tem uma vida muito boa e nem a devida atenção dos pais), a garota tem implicação com Sanchez, o livro também aborda um pouco da competitividade feminina, além de ciúmes do namorado. Com os ataques e chateada pela mudança, sua relação com a mãe Clara que já não era boa, por todo o mistério que envolve a história de seu pai, só vai piorando.

7.jpg

Ao longo da história Piddy tem que lidar com uma série de fatores que todo adolescente passa, só que pior. O bullying e suas várias facetas, a relação ruim com a mãe, problemas com a melhor amiga, primeiro amor, escola nova, situação financeira.

Processed with VSCO with a5 preset

A verdade é que Piddy já não cresceu em meio a uma condição delicada. A mãe amargurada com a vida, as duas vivendo num bairro de classe baixa, em que autora aborda outros temas, como drogas e violência doméstica.

9.jpg

Tudo pelo que a jovem passa, acaba afetando em seu desempenho escolar, que só vai piorando no decorrer do livro. Lila personagem amiga da mãe e da filha é uma das únicas pessoas que percebe o que  Piddy está passando, por sempre ter tido boa relação com a menina. A mãe que percebe a mudança de Piedad, tenta mas não consegue se aproximar.

11.jpg

As coisas só começam a mudar quando alguém denuncia o caso a direção da escola, que tem um projeto que trata do bullyin mas que não é bem divulgado.

Na história a autora nos mostra uma das facetas do bullying, ele vem de onde a gente nem imagina, ele empodera alguns e afeta negativamente a outros. E pode vir de gente que sofre bastante com a vida. Medina também apresenta umas das maneiras de se lidar com o assunto e como a vítima pode enfrentar.

O QUE EU ACHEI

Processed with VSCO with a5 preset

O tema é interessante e acredito que deva ser cada vez mais trabalhado e conversado, dentro das escolas, ambientes de trabalho e dentro de casa. No geral é um bom livro, e muito importante para todos lerem. A obra em si não foi algo que me tocou realmente. De ganhar lugar nos meus favoritos ou de enlouquecer meus pensamentos. Confesso que o que me chamou atenção foi o título do livro, e eu não duvido que histórias assim ocorram nas escolas norte americanas, e não só lá.

12.jpeg

A edição é bem legal e diferente. Possui uma capa bonita e um laminado/cintilante especial. A leitura é fácil e rápida, nos envolve porque você acaba querendo saber qual vai ser o próximo passo da personagem.

Processed with VSCO with a5 preset

Quanto a diagramação, as fontes têm bons tamanhos, as margens e o espaçamentos são agradáveis.

14.jpg

O assunto é de utilidade pública, e esperamos que seja cada vez mais tradado e conscientizados em todo tipo de ambiente. Vale a pena ler esta e outras obras que abordem o mesmo tema.

xoxo – Thu.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s