ENTRETENIMENTO, PHOTOS

O instagram

Processed with VSCO with b5 preset

Olá, faz literalmente quase quatro meses que eu não apareço por aqui. A última vez que dei as caras foi para publicar um post bem emotivo de aniversário, de lá pra cá publiquei algumas coisinhas bem dear diary na minha página do flickr. O Flickr é um espaço para postar fotos, mas me sinto muito bem desabafando na descrição das imagens. Acabo me abrindo mais por lá.

Hoje vim para comentar a recente mudança do instagram, para quem costuma atualizar o aplicativo já está usando a rede com esse novo formato. Acontece que a plataforma decidiu tirar o número de likes das imagens. Agora, apenas o dono da publicação consegue de fato ver quantos likes seu post recebeu. Achei isso fantástico.

Pra quem ainda não atualizou é possível ver os números, mas logo logo ninguém mais vai ter acesso a isso. Eu costumo olhar alguns perfis também pelo computador, dessa forma ainda aparecem os likes, mas quem sabe se eu deslogar e for fazer login de novo isso mude. Tem gente achando que isso não vai mudar nada, que o povo vai começar a competir por comentários ou mostrar números através de prints nos stories, mas para mim isso já é um grande avanço.

Relatando a minha experiência, acredito que mais gente se sentia dessa forma, eu entrei pro mundo do instagram lá por 2012 e para mim ter meu primeiro seguidor demorou semanas. Naquela época a rede social era pouquíssimo conhecida. Sempre amei postar todo tipo de foto, no início postava prints da tela pra dar bom dia, postava pra caramba. Postava imagens que encontrava na internet, fotos do meu dia, de alguma coisa legal que vi e ocasionalmente selfies.

Depois quando o insta foi se gourmetizando começou meio que uma disputa silenciosa por quem ganha mais likes. Passei a postar só fotos que eu considerava bonitas pro feed, se resumiam em fotos de livros, de paisagem e raramente de mim mesma. Nunca fui a louca de postar só fotos minhas, e acho que feeds assim são bem sufocados de informação, sem respiro.

Só que com essa gourmetização mesmo que ninguém me cobrasse isso, minha mente começou a se importar de mais com likes, e se eu não atingia a média de curtidas que colegas próximos tinham, eu me sentia menos querida, menos badalada. Eu usava técnicas muitos loucas e exaustivas para conseguir likes, eu só pensava que minhas fotos recém postadas precisavam atingir uma média de números, ficava ansiosa e tudo isso me fazia muito mal. Eu já arquivei fotos porque não combinavam com o feed, e já apaguei por conta de curtidas também. Com o tempo não me sentia mais confortável para publicar fotos no meu próprio perfil pessoal, passei a publicar  bem raramente nos stories, que duram 24hs.

Eu sentia muitas saudades de postar, uso também o vsco, mas lá não era suficiente. Por isso no fim de 2017 criei um novo instagram, e decidi que nesse perfil ia focar mais em fotografia, que eu amo, e em tudo aquilo que eu tivesse vontade de postar, sem pensar em horas e dias exatos. Sem pensar em curtidas.

No começo foi assim que aconteceu, mas com o tempo por eu querer deixar meu olhar de amadora da fotografia, quis cuidar um pouquinho do feed também. Alguns conhecidos descobriram o meu perfil, inicialmente só segui páginas de fotos profissionais, sem seguir ninguém conhecido, mas com o tempo acabei retribuindo alguns follows de gente mais próximas a mim. Esse perfil nunca foi pra socializar com a galera, mas sim pra postar o que eu me sinto confortável e que tenho vontade.  Por isso até hoje publico o que quero, mas também escorreguei por alguns momentos naquela noia de likes, sempre respiro e tento me manter firme, mas realmente com a mudança de agora ganhei um gás a mais para postar sem me importar.

Por incrível que pareça hoje senti vontade de publicar novamente na minha primeira conta, e espero ter coragem pra fazer isso e espero voltar a me sentir confortável no meu perfil principal.

Já falei tanto que não sei mais o que escrever, espero não ter esquecido nada que considere importante. Tenho esperanças de que voltemos a congelar e dividir mais momentos sem se importar com números, só com sentimentos bons.

Beijo e até.

Anúncios
eu e eu mesma, Memórias, Pensamentos

ANO NOVO PESSOAL

Processed with VSCO with x1 preset

Tô fazendo neste exato momento umas das coisas que mais adoro e que me faz bem nos últimos tempos, escrever como estou me sentindo. Tenho digitado bastante meus sentimentos, e pretendo voltar a escrever também em caderno. Faz bem por para fora.

Incrível como eu tô emotiva e reflexiva, lendo algumas mensagens quase chorei, sei lá, para mim é muito importante quando lembram da gente. Mais que palavras, um abraço , mais do que um presente, algo que te fez lembrar de mim, não importa o valor.

Hoje estou refletindo bastante, e já há alguns dias tenho pensado que você deve fazer o bem para os outros de forma espontânea, sem esperar que seja retribuído, nós não devemos fazer nada com essa intenção. Você tentar ser a sua melhor versão par os outros, não garante que esses outros se esforçarão pare ser a melhor versão para você.

Tenho pensado nisso bastante, mas principalmente hoje cheguei a conclusão que você não deve se desgastar para os outros, ás vezes uma pessoa que não é tão próxima vai te dar mais valor do que quem é teu amigo e tê vê todos os dias. Ás vezes, pessoas vão entrar na tua vida para marca e mesmo de longe quando se encontrarem vai ter aquela mesma sensação acolhedora, outros podem estar contigo diariamente e não deixar nem uma ranhura.

O amor, o tempo e a energia que você vai colocar na sua atitude dificilmente será retribuído, e no final você percebe que por mais que devemos fazer as coisas sem esperar o mesmo em troca, você também tem que ter amor por si mesmo e respeito seu eu interior. É preciso que você dê valor a suas ações, e se elas não são valorizadas a quem se dirigem, valorize você e corte aquilo que não tem mão dupla.

Sempre lembro de todo mundo, e tendo a seguir o que meu coração manda, mas tem gente que não merece tudo isso, e tem gente que te frusta. Acredito que devo fazer as coisas sem esperar nada em troca, como também acredito que muitos não merecem a intensidade de amizade e dedicação de minha parte. No final o seu dia só é especial para quem te ama de verdade, como a sua mãe e seus irmãos.

XX

BOOKS, PHOTOS, Sem categoria

HARRY POTTER E A PEDRA FILOSOFAL – ILUSTRADO

2018-12-06 03.53.23 1-01.jpegJ.K. Rowling há um tempinho lançou uma edição ilustrado por Jim Kay da saga mais queridinha dos últimos tempos, Harry Potter. Os livros estão incríveis e a ilustração é maravilhosa. Continue lendo “HARRY POTTER E A PEDRA FILOSOFAL – ILUSTRADO”

BOOKS

TRÊS COROAS NEGRAS – RESENHA

2018-08-14 05.12.02 1.jpgPrimeiro livro da trilogia de Kendare Blake, Três Coroas Negras nos apresenta a história de três herdeiras da coroa da Ilha de Fennbirn que com seus 16 anos estão prestes a disputar a coroa entre si. Cada irmã tem um poder, Mirabella é elemental, Katharine envenenadora e Arsinoe é naturalista. Continue lendo “TRÊS COROAS NEGRAS – RESENHA”